[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 483: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/bbcode.php on line 379: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4668: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4670: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4671: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
[phpBB Debug] PHP Warning: in file [ROOT]/includes/functions.php on line 4672: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at [ROOT]/includes/functions.php:3815)
Stickman • Exibir tópico - Stickmen - Episódio 2: Alta Voltagem

Stickmen - Episódio 2: Alta Voltagem

Escreva e divulgue aqui suas histórias, ou procure alguma que possa usar em sua animação.

Stickmen - Episódio 2: Alta Voltagem

Mensagempor kabaljoe » Seg Abr 29, 2013 10:33 pm

(Prólogo)

Na usina hidrelétrica de Flashcity, os dois primeiros funcionários chegam mais cedo para começar seu expediente. Um homem alto e uma mulher de estatura mediana saem de um carro modelo 2003.

- Aí então ela me serviu bacon, ovos, pão e um copo de suco de laranja no café. Aí eu perguntei "O que eu fiz pra merecer isso?", então ela respondeu: "além de cuidar dos nossos filhos e ter feito o jantar de ontem, nada não." então ela me beijou. -O funcionário comenta sobre seu café da manhã.
- Sorte sua. -Disse a funcionária.- Meu marido se sente bem fazendo apenas o café.
- Mas ele deve fazer com muito carinho. -Ele saca a chave pra abrir o portão que dá acesso ao interior da usina.
- Muito carinho e pouco pó de café. -Disse ela.- Ele é um desastre na cozinha.
- Pelo menos ele tenta cozinhar. -Ele enfia a chave no portão.- Ontem no jantar eu comprei marmitex.
- Sério? Vocês homens são todos... -Ela foi interrompida pela grande enxurrada de meleca amarela que saiu de dentro da usina quando o funcionário abriu a porta.- MEU DEUS! -Os dois correm para traz para não serem tocados pela suspeita gosma.
- O que aconteceu aqui? - Disse o funcionário um pouco enojado.
- Eu não sei. -Disse a funcionária vendo uma bolha de gosma estourar não muito perto de onde estavam, fazendo o funcionário regurgitar.- Lá se vai seu café da manhã...



Logix e Alucard estão na porta da usina hidrelétrica de Flashcity analisando, junto com os dois funcionários que chegaram mais cedo, o mistério do por que o lugar estar coberto de gosma. Já são 10:30 da manhã e o sol está radiante, apesar da estação de outono, mas o suficiente para incomodar a visão do Logix.

- Nossa. Está fazendo calor. -Diz Logix tapando o sol colocando sua mão na testa sombreando seus olhos.
- Calor? Logix, está quase no inverno e está fazendo calor? -Alucard observa de perto um punhado de gosma amarela.- Eu estou quase congelando, e olha que são quase 11.
- É, eu sei. -Logix pega uma pequena amostra com um cotonete e coloca em um de seus inventos portáteis para analisar.
- Quando foi a ultima vez que saiu da SK?
- Nem sei mais, acho que mês passado... -O aparelho de Logix apita.- Pronto.
- O que descobriu? -Alucard se Levanta.
- Essa gosma é um fluido de alta densidade de... larvas de Mosca Domestica? -Logix coça o queixo.- Isso é estranho.
- Então quer dizer que uma mosca gigante fez isso tudo? -Alucard fica curioso.- E aquela poça? já analisou? -Alucard aponta para uma poça de outra cor mais distante.
- Não precisa analisar. -Disse o funcionário.- Fui eu que fiz aquilo ali.
- Hum, ok... -Alucard compreende o que o funcionário fez.
- Consegue localizar a origem? -Logix pergunta.
- É muito material para localizar. Acho que não vai dar.
- Tenta, vai que cola. -Logix coleta uma mais uma amostra para analisar.
- Ok. -Alucard pega um punhado de gosma e deixa sua mão erguida enquanto fecha os olhos. alguns pedregulhos levitam na altura dos tornozelos em volta de Alucard.- Locrat! -Disse Alucard em um pequeno eco enquanto seus olhos adquirem um brilho roxo. Ele fica assim por alguns segundos até voltar ao normal.- Nada, o elo é muito fraco.
- E meu analisador está sem bateria de novo. -Logix energiza sua mão.- Detesto quando acontece isso. -Logix descarrega um pouco de sua eletricidade natural no aparelho, o fazendo apitar. -Pronto. Identifiquei uma amostra de um homem de 29 anos, 1,95 de altura e 60 quilos.
- Mais alguma coisa?
- Não. O DNA está avariado de acordo com o analisador.
- Coitado do cara que estava lá dentro. -Disse a funcionária.
- Estaremos enviando uma equipe de limpeza aqui. -Disse Alucard para os funcionários da usina.- Se virem mais alguma coisa estranho, nos contate. -Alucard e Logix caminham em direção ao carro.
- Aqui, será que dá pra me deixar na 8ª street? -Pergunta Logix.- Quero comprar algumas coisas.
- Tipo o quê? -Pergunta Alucard entrando no carro.
- Peças. -Logix também entra no carro.
- Sabe voltar pra base depois de um mês trancafiado?
- Tenho um GPS. -Logix mostra algo que não parece ser um GPS.- Eu que fiz.
- Estou vendo. -Alucard liga o carro e sai do local.

--------------------------------------------------------------------------------

O Refeitório da SK é amplo como um ginásio poliesportivo. Várias mesas com cadeiras estão espalhadas ao redor de uma cozinha aberta com fogões, micro-ondas, geladeiras e liquidificadores. Nas manhãs de segunda o refeitório fica cheio de gente, mas o suficiente para sobrar algumas cadeiras. Em uma das mesas está Ijad, Okonam e Nin Salamance.

- Nin, café da manhã reforçado é isso. -Diz Ijad.- Bacon, ovos, pão e um copo de suco de laranja.
- Eu prefiro meu cereal do super-capitão! -Diz Nin colocando leite no seu cereal.
- Isso não dá nada. Bacon tem carboidratos, Pão tem fibras e suco de laranja tem várias vitaminas que...
- Cereal do super-capitão! -Insiste Nin.
- Mas...
- Super-capitão! -Nin aponta a colher pro Ijad.
- Deixa ele. -Diz Okonam com uma maçã na mão.- Ele está em fase de crescimento.
- Eu só tô ensinando ele como comer direito. Essa coisa que ele tá comendo só tem diabetes!
- E ferro, e zinco, e milho... -Nin lê o verso da caixa de cereal.
- Tá, que seja.

“Okonam, apareça na minha sala agora."

- Ih... o patrão caiu da cama.- Graceja Ijad.
- Vou ver o que ele quer. -Okonam caminha em direção à saída do refeitório.- Com licença.
- Cuidado pra ele não arrancar seu couro! Ué, cadê meu bacon? -Ijad olha pro prato.- NIN!
- Não fui eu! -Diz Nin mastigando algo com a boca lambuzada de gordura.

--------------------------------------------------------------------------------

- Ele já deixou claro pra não ser incomodado. -Disse Urso olhando para a janela de seu escritório. Um ser coberto de pelos cor de laranja escuro, com garras no lugar de dedos e orelhas redondas. O seu escritório é composto por uma escrivaninha no canto da sala, alguns quadros de alguns membros antigos, uma mesa redonda para reuniões, uma tela branca para apresentações de slides e alguns arquivos no canto oposto a escrivaninha.
- E você sabia que ele estaria na cidade. -Diz Okonam em pé ao lado dos arquivos.
- Isso não faz diferença onde ele está agora. -Diz Urso com um tom sério na voz.- Se ele saiu por conta própria, não vai ser eu que vou chamá-lo de volta.
- ...Ele não quis me contar o porquê dele ter saído, mas eu acho que você sabe.
- Sei e não vou contar se é o que você quer. -Disse Urso se virando para Okonam.- Ele deixou claro para não revelar esse segredo.
- ...Então foi só pra isso que você me chamou?
- Não. -Diz Urso.- O Logix te chamou no laboratório dele por que inventou alguma coisa, mas ele saiu para uma missão junto com Alucard. Disse que está encima da mesa dele.

Okonam realmente não vai deixar essa história passar em branco, mas resolve sair da sala do Urso em silêncio.

---------------------------------------------------------------------------------

Logix sai da loja de peças usadas com dois pacotes cheio de placas de silício, pedaços de metal, fios de cobre, pregos, parafusos e uma lata de graxa. É incrível o que Logix pode criar a partir de lixo eletrônico: Armas, robôs, apetrechos, veículos. A imaginação de Logix é ilimitada.

- Pronto. -Diz Logix satisfeito com as compras.- Acho que vai dar pra fazer aquela torre aérea de observação infravermelha. -Logix não é muito bom em colocar nomes em suas invenções.

Do outro lado da rua ele avista um carrinho de cachorro quente e decide comprar um para matar a saudade do mundo exterior depois de um mês trancado em seu laboratório. Ele atravessa a rua quase deixando cair suas compras.

- Licença, quanto tá o cachorro-quente? -Pergunta Logix.
- Está 4 reais com o copo de refrigerante. Vai querer um?
- Vou sim, quero com queijo, passas, frango desfiado, batata palha e... -Logix observa um tubo com creme verde.- O que é isso?
- Molho de alho com cebola. -O vendedor dá uns tapinhas no próprio peitoral.- Eu mesmo que inventei.
- Inventou? vou querer um pouco também. -Disse Logix, então o vendedor prepara o cachorro-quente e entrega para o Logix.
- Vai querer refrigerante de que sabor?
- Vou querer de uva.

O Vendedor abaixa para pegar a garrafa de refrigerante e ouve um som de uma ventania forte e repentina, seguido de um rápido zunido. Quando ele se levanta, Logix desaparece de uma hora para outra, deixando o cachorro quente e suas peças para traz.

- Ora essa, para onde ele foi? -Pergunta o vendedor coçando a cabeça.

----------------------------------------------------------------------------------

Okonam entra no laboratório do Logix atravessando a porta automática. O laboratório do Logix Não é o que se chama de "O lugar mais organizado do mundo": O lugar é repleto de pequenos robôs se locomovendo (caminhando com pernas mecânicas, com rodas, voando e alguns até rastejando) por todos os cantos do laboratórios, braços mecânicos trabalhando sem parar em duas mesas cheias de sucata e componentes eletrônicos e outras mesas com vários equipamentos marcados com etiquetas amarelas com nomes de alguns integrantes da SK. Okonam procura o motivo de o Logix ter chamado ele em algumas mesas e encontra um grande shuriken de 4 lâminas com uma parte segurável com um botão no centro. No bilhete está escrito "Okonam, pressione o botão para ativar.". Um pouco receoso com a invenção, Okonam decide usar o novo equipamento. Quando ele pressiona o botão, o shuriken começa a girar a uma velocidade de 50 rps, Okonam se espanta um pouco, mas logo domina sua nova arma, arremessando-a no ar. O mais impressionante é que o shuriken volta para sua mão como um bumerangue. As invenções de Logix podem ser esquisitas, mas são bem úteis. Alucard entra na sala e se encontra com Okonam, que põe o shuriken encima da mesa.

- Okonam. -Saúda Alucard.- Como vai?
- Oi. Eu vou bem. -Diz Okonam.- Vim ver o que o Logix inventou pra mim. -Okonam mostra sua Shuriken.
- Muito bem trabalhado mesmo. -Diz Alucard olhando para o invento.- Não vou tocar por motivos de segurança.
- Também não aconselharia, -Diz Okonam olhando para o shuriken.- E o Logix? Achei que estava com Você.
- Ele estava. Ele me pediu pra deixar ele na 8ª Street pra comprar peças.
- E ele sabe voltar?
- Sabe, eu acho.

------------------------------------------------------------------

Logix se sente um pouco tonto pelo fato de alguém ter sequestrado tão rápido. Sua visão está turva, mas percebe alguns componentes no ambiente em que se encontra: O teto está amarelo e ondulado, ele não consegue se mover e algo no ar fede. Alguma coisa está caminhando em direção a ele, algo amarelo e com olhos enormes. Essa coisa aplica um gás que faz Logix desmaiar mais uma vez, mas antes de desmaiar, Logix diz algumas palavras: "protocolo 551". Logix é desacordado.

------------------------------------------------------------------

- E os feitiços? -Okonam faz sua pergunta de rotina.- Já estão...
- Não. Não percebi nenhuma anormalidade, hoje só utilizei um feitiço de localização. -Explica Alucard.- Nada que se pareça com um portal.
- Só para me certificar. -Diz Okonam.- Não quero que uma criatura do Limbo escape.
- Ninguém quer. -Alucard para um momento para pensar em sua família que deixou para traz.

De repente as maquinas param de trabalhar, tudo que é movido à eletricidade no laboratório é desativado e o local fica sem luz por alguns segundos, fazendo Okonam e Alucard ficarem atentos. De repente uma tela no fundo do laboratório exibe um vídeo em que Logix é o protagonista. Ele esta atrás de uma de suas mesas inventando outras de suas coisas.

- Tá gravando? -Pergunta Logix e, como resposta, alguns apitos são ouvidos.- Ótimo. Oi gente, eu sou o Logix para quem não conhece. Sou o responsável pelos equipamentos da SK. -Diz Logix com a sua naturalidade de sempre, enquanto uma lagarta-robô rasteja em direção ao Logix.- Koggie, metamorfose. -Assim a lagarta assume uma posição de defesa adquirindo uma pequena blindagem.- Se vocês estão vendo esse vídeo, é por que eu ativei o protocolo 551, ou seja, fui sequestrado por sei lá quem e posso não ter muito tempo, então sem mais delongas... -A lagarta adquire uma hélice de helicóptero e voa pra fora da cena.- Esse localizador vai direcioná-los para o local onde estou mantido em cativeiro. Se apressem. -Assim, o vídeo se encerra e as luzes voltam ao normal.

- Legal, deixo ele sozinho por quase uma hora e alguém sequestra ele. -Diz Alucard.
- Como vamos encontrar... -Okonam foi interrompido quando a mesma lagarta que estava no vídeo passa zunindo perto dele.- Vamos! -Alucard e Okonam, agora com posse de sua nova arma, perseguem a lagarta.

-------------------------------------------------------------------

Logix aos poucos acorda, agora com a visão normal de antes e observa o local em que se encontra. Ele esta em um galpão abandonado, provavelmente no setor industrial de Flashcity. O local está úmido e frio por causa do outono. Logix está preso pelos braços e pernas no que parece ser a mesma gosma que ele e Alucard encontrou na usina hidrelétrica O teto, o que antes parecia ser amarelo e ondulado, agora está claro como o dia: São casulos. Milhares de casulos de sabe-se lá o quê, mas não parecem ser de borboletas. Logix tenta se libertar, mas a gosma está com uma textura de cola plástica, então ele tenta energizar sua mão para ver se causa algum efeito na cola, mas uma voz ao seu lado o alerta.

- Por favor. Não gaste sua preciosa energia. -Diz o ser misterioso de pele amarela. Logix observa que ele possui asas, não de uma ave ou morcego, mas de um inseto. O ser está de costas, parece estar observando suas obras coladas no teto do galpão.
- Quem é você? -Pergunta Logix, concluindo que não pode fazer nada ao invés de ver e falar.
- "Quem eu era" seria a pergunta correta. -Diz o ser misterioso.- Outrora era chamado de "Le Cond Mousquete". Eu tinha tudo o que queria: Conforto, poder e vários subordinados ao meu dispor, mas um dia em especial eu fui raptado. -Uma de suas 4 asas começa a vibrar.- Aquela maldita Fábrica de Amalgamas não se importou com quem ou o quê somos. Eles apenas continuaram e me transformaram nisso. -O ser se vira mostrando sua face. Sua boca é a mesma de qualquer ser humano, mas seus olhos ocupam os dois lados da cabeça, como a de uma mosca.
- Meu Deus. -Logix está chocado com sua aparência. Simplesmente é diferente e bizarro de tudo o que viu.
- Perdi tudo o que eu tinha. -A aberração caminha em direção ao Logix.- As pessoas me chamam de monstro. Elas me chamam de Fly.
- Não é um nome ruim, se você for pens... -Logix ia elogiar seu sequestrador, mas isso só o irrita quando ele começa a voar.
- NÃO É RUIM?! -Fly altera sua voz, mas parece mais um sussurro alto e arranhado.- EU SOU UMA MONSTRUOSIDADE!!! -Fly aos poucos se acalma e pousa no chão perto de Logix.- Mas eles Vão pagar pela audácia. Vou reconstruir meu império e você vai me ajudar.

Fly liga alguns cabos de energia na cama de metal onde Logix está deitado. Um capacete improvisado com uma peneira de alumínio é colocado na cabeça de Logix.

- Como você observou na usina hidrelétrica, meus casulos se transformaram e geleia por não receberem energia o suficiente. -Fly liga o segundo cabo na parte de traz da cama onde se localiza o braço esquerdo.- Engraçado. Uma usina hidrelétrica não foi o suficiente. Mas eu vi o que você fez com aquela coisa na sua mão na usina. -Fly liga o terceiro cabo.- Você gerou energia a partir do nada. Aquilo foi inacreditável. -Fly conecta o último cabo.- Eu quero que você dê vida aos meus casulos.
- Muito bem, gênio. -Logix tenta deixá-lo mais frustrado.- Mas se uma usina não conseguiu o que você queria, o que leva a pensar que eu tenho energia o suficiente?
- Você tem sim. -Fly ajusta o capacete na cabeça de Logix.- Eu confio na sua capacidade. Nunca subestime a força de uma pessoa. -Fly agora fica em pé em frente ao Logix.- Vamos! Se energize!
- ...Não. -Diz Logix em um tom sério.
- Eu não estou pedindo. -Fly volta a alterar sua voz.- Eu ordeno que energize.
- Ah meu Deus! Ele ordenou! E agora? O que eu faço? -Ironiza Logix.- Já sei! -Logix finge estar dormindo.
- Algumas pessoas não levam a sério o trabalho que fazemos... -Fly aciona uma alavanca em um painel de eletricidade, eletrocutando Logix.
- AAAAHHHHHHHHH!!! -O Logix pode ser eletrocinético, mas ele sente seu corpo queimar como qualquer outro ser humano.

------------------------------------------------------------------

- Pra onde essa coisa está nos levando... -Diz Alucard dirigindo o carro pelo setor industrial de Flashcity enquanto o localizador sobrevoa em alta velocidade até Logix.
- Só siga essa coisa.

O localizador vira bruscamente para a direita, fazendo com que Alucard vire também, quase capotando o carro. Mais alguns metros e eles chegam ao galpão em que Logix está sendo mantido prisioneiro. Das janelas superiores saem uma luz faiscante. O localizador entra no galpão e avança contra Fly fazendo ele cair no chão esbarrando o interruptor pra baixo, desligando a força.

- O que é isso?! -Fly tenta se livrar do localizador.

Okonam e Alucard invadem o galpão e encontram Logix preso.

- Logix! -Okonam corre em direção a ele.- Você está legal?
- Não, eu tô me sentindo estranho.
- Relaxa, a gente tira você daí e... -De repente um tiro de gosma amarela acerta a cabeça de Okonam, o deixando desnorteado.

Alucard olha para Okonam deitado no chão tentando se livrar da gosma e olha para Fly, que esta com o localizador embaixo do pé enquanto ativa a força de novo.

- Mas o que diabos é isso? -Pergunta Alucard se referindo ao Fly.

Fly avança contra Alucard, jogando-o contra a parede. Fly prende o braço esquerdo de Alucard cuspindo um tiro de gosma e logo voa em direção ao Okonam, segurando ele pelo pé e arremessando ele contra a parede oposta. Logix Não consegue mais conter tanta energia armazenada em seu corpo, então começa a descarregar a eletricidade pelos cabos, fazendo os casulos brilharem.

- Isso! -Gargalha Fly.- Dê vida aos meus servos!
- Mas o quê.. -Alucard olha para o teto observando milhares de casulos quase ganhando vida.- Ah droga! BLASTROK! -As mãos de Alucard adquirem um brilho roxo. Alucard explode a gosma que estava prendendo ele.- FLOTÃ! -Alucard voa em direção ao Fly atirando esferas de energia negra.
Fly desvia das esferas de energia, foge de Alucard e cospe gosma de volta. Alucard atira uma esfera contra o tiro de gosma, fazendo-a explodir, então Alucard persegue Fly pelo galpão, transformando o interior do local em uma área de caçada aérea. Okonam levanta e corre em direção ao painel de força, mas o interruptor está coberto de gosma, impedindo que mudem sua posição. Okonam prepara para usar sua Shuriken para cortar os cabos que alimentam os casulos, mas um inseto do tamanho de sua cabeça o impede colidindo com o Okonam. Vários insetos saem dos casulos como uma explosão. Alucard se distrai com a cena e é golpeado pelo Fly.

- Servos, acabem com os intrusos!!! -Ordena Fly, fazendo os insetos voarem em direção ao Alucard e Okonam.

Okonam se livra do inseto e joga a shuriken, cortando os cabos atrás da cama. Alucard se concentra agora em fugir dos insetos. Okonam joga sua shuriken em direção aos insetos cortando alguns, mas são muitos para Okonam destruir. Alucard, enquanto foge, atira quatro esferas nas crostas de gosma quem mantem Logix preso, fazendo ele cair no chão quase sem energia.

- Fuja com ele! Eu seguro os insetos aqui! -Diz Alucard fugindo e atirando nos insetos que parecem não acabarem.

Okonam tenta ajudar Logix a se levantar, mas Fly investe contra ele. Okonam desvia do ataque e aplica vários golpes contra Fly, que bloqueia todos eles, revidando com alguns golpes. Okonam Segura os dois braços de Fly para impedir que ele ataque de novo, mas Fly cospe uma bola de gosma na cara de Okonam mais uma vez. Com o Okonam não enxergando nada, Fly aproveita para golpeá-lo na barriga, na cabeça e jogá-lo contra a parede. Fly ia finalizar Okonam, mas ele percebe que o localizador está voando em direção dele, então Fly se prepara para impedi-lo.

- Koggie! Passiva! -Disse Logix, então O localizador detona a poucos centímetros de Fly, Jogando-o para longe.

Logix caminha em direção ao painel e quando chega lá, ainda fraco, ele encosta-se aos fusíveis, sendo eletrocutado mais uma vez.

- Logix! O que está fazendo?! -Grita Alucard.

Mas Logix não está mais sendo eletrocutado, mas sim absorvendo o máximo de eletricidade que o corpo dele pode suportar, assustando todos que estão no galpão: Alucard, Okonam e até mesmo Fly.

- O que você está fazendo?! -Grita Fly.
- Você quer energia? -Pergunta Logix.- ENTÃO TOMA!!! -Logix Libera toda a eletricidade pelo ambiente, eletrocutando todos os insetos no galpão.
- NÃO! PARE! -Fly tenta impedir Logix, mas acaba recebendo um soco energizado de Logix, caindo inconsciente no chão. Todos os insetos também caem torrados no chão. Logix, assim que terminou de descarregar sua carga elétrica, desmaia.

-----------------------------------------------------------------------------------------

Já é fim de tarde e a polícia está cercando a área do galpão, todos os insetos estão sendo recolhidos e Fly está sendo levado para o interior do camburão com algemas nos braços, asas e uma máscara cobrindo a boca. Alucard, Okonam e Logix estão escorados no capô de uma viatura, ambos cansados com o ocorrido.

- Nunca mais faço aquilo. -Diz Logix.
- Por quê? você mandou até bem usando sua eletrocinese. -Diz Alucard.- Sem ela, teríamos virado comida de inseto.
- Não isso. -Explica Logix.- Estou falando de comprar peças. Na próxima eu peço pra você comprar.
- Hahaha! -Okonam ri.- É mais seguro.
- É. -Logix para um pouco para pensar e se levanta do capô.- Eu quero voltar pra base. Vou construir uma manopla elétrica.
- É sério? -Alucard levanta e caminha em direção ao seu carro.- Depois de tudo o que passou hoje, vai querer inventar mais coisas?
- Eu tenho que estar preparado para me defender. -Logix entra no carro.
- É melhor descansarmos um pouco. -Diz Okonam.- Temos que explicar a situação para o Urso antes que ele queira destruir alguma coisa. -Okonam entra no carro também.
- Eu passo essa responsabilidade para o Logix. -Zomba Alucard.
- Peraí, mas por que eu?
- Você não é bom em inventar? inventa uma história pra ele.

Os três saem do setor industrial e se dirigem até a base da SK.

(FIM DO 2º EPISÓDIO)

Outro episódio para vocês.
Quero saber o que estão achando até agora para que eu possa caprichar no 3º episódio, que vai ser animal.
Deixem suas dúvidas, sugestões, críticas e elogios que estarei disposto a responder.
Valeu por terem acompanhado o 1º episódio, galera.
Avatar do usuário
kabaljoe
 
Mensagens: 26
Registrado em: Qui Nov 22, 2012 11:30 pm

Re: Stickmen - Episódio 2: Alta Voltagem

Mensagempor NinSalamance » Ter Abr 30, 2013 12:12 am

Capítulo emocionante com altas aventuras dessa galerinha da pesada da SK!

Mas sério, maneiresco esse capítulo. As cenas de luta foram muito bem descritas, e você não perdeu nada no enredo. Bem escrito.
A diversão é que o LogiX fica meses enfiado dentro do laboratório dele, e mal pode sair que é rapitado, HAHAHA!

Ainda acho que esse conto, animado vai ficar muito divino.
Avatar do usuário
NinSalamance
 
Mensagens: 767
Registrado em: Sáb Mar 27, 2010 7:14 pm
Localização: Quem sabe no teto de sua casa

Re: Stickmen - Episódio 2: Alta Voltagem

Mensagempor BODE_LOKO » Ter Abr 30, 2013 3:16 pm

Iradddooooo!!! Só vou esperar o próximo... tenho nada a comentar.... tah bom dimaiis!!
Canal:
Deviantart:

XD
Avatar do usuário
BODE_LOKO
 
Mensagens: 236
Registrado em: Seg Mar 29, 2010 9:14 pm
Localização: Guaruja-SP


Voltar para Contos e Fanfics

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron